O 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública publicado pelo Fórum de Segurança Pública, revelou que no ano de 2016 ocorreram mais de 61 mil mortes violentas intencionais, resultando numa média de sete pessoas mortas a cada hora.  Os dados da pesquisa indicam que este é o maior valor já registrado pela série histórica.

Números alarmantes e similares as grandes tragédias mundiais. Para efeito de comparação, é como se o país sofresse um ataque de bomba atômica a cada ano. Os estados que apresentaram as maiores taxas foram: Pará, Alagoas, Sergipe e Rio Grande do Norte, ambos superando a taxa de 50 mortes violentas por 100 mil habitantes.

Outro resultado apontado pelo Anuário foi a queda dos gastos com Segurança Pública. No ano passado foram destinados R$ 81 bilhões considerando União, Estados e Municípios. Este valor representa uma redução de aproximadamente 3% em relação a 2015.

“A violência se espalhou para o país todo. Não é exclusividade dos grandes Estados ou de uma única região. É hoje um problema nacional, faz com que o país se sinta amedrontado”, diz o sociólogo e presidente do fórum, Renato Sérgio de Lima.

Acesse o Anuário completo aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *