As recentes pesquisas de intenção de votos para presidente em 2018 indicam uma disputa entre Jair Bolsonaro e Lula num hipotético segundo turno. O pleito ainda está distante e este resultado pode ser considerado como uma “fotografia” do cenário eleitoral.

Aguardando uma decisão judicial que irá definir se pode ou não ser candidato. O ex-presidente Lula, intensificou por meio de caravanas a sua exposição por algumas regiões do país, com o objetivo de consolidar seu nome como a o plano A do PT. Bolsonaro também realizou viagens e por meio das redes sociais conquista seguidores adeptos a suas ideias.

Analisando ambos podemos identificar alguns tópicos que serão colocados em jogo na corrida eleitoral.  Mesmo com os impactos causados em seu partido e na sua imagem Lula, ainda conserva um eleitorado fiel. Com as ramificações das operações da Lava Jato atingindo vários políticos e com uma memória (recall) positiva dos anos do período que ele presidia o país. Seu eleitoral cativo alega: “Todos fazem isso (supostos atos ilícitos) mas no tempo dele a vida era melhor (em comparação com a situação econômica atual)

Bolsonaro, por sua vez, tem seguidores cativos no mundo digital e   com um discurso vinculado aos militares se apoia na onda de indignação que assola o país com os desdobramentos da corrupção expostos pela Policia Federal e pela Justiça nos últimos anos.  Discurso que pode se corroborado pelo estudo “Medo da Violência e Autoritarismo no Brasil”   realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, no qual foi revelado uma clara tendência ao autoritarismo na sociedade brasileira.

Aquele ditado popular que diz “muita agua ainda vai rolar embaixo desta ponte” é a metáfora que melhor se encaixa nesta pesquisa.  Entretanto, as considerações mencionadas acima, estarão nos debates e programas eleitorais no ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *