A corrupção no Brasil, segundo um estudo elaborado pela Fiesp, representa um desvio de dinheiro público entre 1,3% e 2% do PIB, ou seja, é um volume bilionário de recursos que saem dos cofres públicos para carteira de privados. Diariamente vemos matérias e chamadas de jornais noticiando prisões, delações e muitas outras atividades que envolvem a Operação Lava Jato, com cifras chegando a bilhões de dólares. O que não é noticiado é como esse dinheiro recuperado da corrupção é utilizado, para onde é alocado dentro da máquina pública e se existe alguma previsão legal para que isso ocorra.

O dinheiro recuperado da corrupção é, sem dúvidas, um dilema. Vamos entender como esse dinheiro é transitado dentro do orçamento público?

Leia mais

Fonte: Politize!
Este texto foi retirado da fonte acima citada, cabendo a ela os créditos pelo mesmo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *