Lendo esta noticias (Falta de padronização e manutenção de calçadas é problema recorrente em Florianópolis link) refleti sobre as vias que trafego em Osasco e das quais observo um número considerável de pedestres que preferem andar nas ruas do que nas calçadas. Os motoristas tendem sempre a dizer: ” sai da rua”, “vai para a calçada”, “você é lombada?”

É óbvio que lugar de pedestre é na calçada. Mas não devemos de deixar de pensar na mobilidade urbana e refletir: Qual calçada?

Nossas calçadas não são niveladas e cada uma tem um “modelo” próprio O que torna impossível a locomoção de idosos e pessoas com mobilidade reduzida.

“Mobilidade Urbana, isso pode mudar a qualidade de vida das pessoas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *