Testes indicam que manuscrito pertencente ao acervo da
Universidade de Birmingham tem ao menos 1.370 anos e remete à época de Maomé.
Trechos do livro sagrado do islã podem ser os mais antigos de que se tem
conhecimento.

Link

Fonte: Deutsche Welle

Este texto foi retirado da fonte acima citada,
cabendo a ela os créditos pelo mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *