Fonte: Canal Futura

Estamos em plena Copa do Mundo e muita gente que não vai aos estádios assiste aos jogos em bares ou em algum telão na rua. Mas será que, na hora da fome, as pessoas prestam atenção na qualidade do que vão comer? No estúdio do Conexão Futura, Maria José Magno, nutricionista e consultora; Marco Antonio da Silva, coordenador de Fiscalização do Procon-RJ; e Oliveira Ferreira da Silva, vendedor de cachorro-quente, falam sobre como desfrutar das comidas típicas das cidades-sede da Copa sem prejudicar a saúde. Apresentação: Cristiano Reckziegel.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *