Após crescer em ambiente de brutalidade das missas negras frequentadas por seus pais, vítima contou à DW o que acontecia em tais cerimônias. Ela vive hoje em asilo para mulheres traumatizadas.
[mais]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *